Home Notícias Detetive particular responde tudo que você queria saber disfarces, câmeras, paranóia e traições

Detetive particular responde tudo que você queria saber disfarces, câmeras, paranóia e traições

Detetive particular responde tudo que você queria saber disfarces, câmeras, paranóia e traições

Havia a esposa de um pastor e seu amante entraram no carro dela, eles fizeram sexo no carro. E o marido dela tirou esses áudios de dentro do carro… Quando ele foi confrontá-la, ela disse que estava possuída. Ela caiu, começou a se debater, o marido chamou outro pastor para exorcizá-la… Muito surreal né, não acredito. Pedimos a um detetive particular para comentar os grandes dilemas da internet – com Patricia Karany Bom, meu nome é Patricia Karany, trabalho com investigação particular há 25 anos. Bom, vou ler agora as principais dúvidas que eles selecionaram para mim da internet. Vou contratar um detetive para encontrar o ser que está escrevendo na poeira do meu carro. Depende de onde você coloca o seu carro, existem câmeras, certo? Dentro do prédio, há câmeras. Basta ir lá e pedir para puxar as câmeras, ver os horários e você vai ver quem está escrevendo na poeira do seu carro. Muito simples. Por precaução, é mais negócio contratar um detetive particular para descobrir se você é mesmo um corno. O que? Então, quando as pessoas me procuram para uma investigação, geralmente já sabem o que está acontecendo, só querem provas. Então você quer uma prova ou para a família, para mostrar para a família o que realmente está acontecendo, ou de repente fazer um acordo material com a pessoa… Então tem várias situações aí, não necessariamente para saber se ela é corno. Porque se a pessoa está traindo e já sabe que está sendo traída e me procura, já está traído. Uma pessoa paranóica pode se dar bem na carreira de policial (detetive e etc…)? Não, uma pessoa paranóica, eles têm que se tratar. Eles têm que estar centrados, eles têm que saber o que estão fazendo, né? Quando a gente coloca a pessoa para seguir, ela fica nervosa, começa a tremer, acha que está todo mundo olhando… Então essa pessoa não pode, não tem como trabalhar com isso. Então… tratamento… para uma pessoa paranóica. Eu, que hoje num momento de raiva, quis contratar um detetive particular e desisti porque ele estava cobrando 3.500 reais. Nunca pensei que esse momento chegaria, mas hoje sou grato por não ser rico e por poder continuar minha paranóia. A questão do valor de um detetive, de um trabalho assim, é muito alto, porque a gente precisa de câmeras escondidas… Então tem o equipamento, que não é barato, 2, 3 pessoas seguindo para conseguir as melhores imagens. É um profissional que vai estar lá… Então o preço, dependendo da situação, é barato. Quais são as melhores séries de investigação de todos os tempos? Ah! CSI, Criminal Minds… Também tem Suits, certo? Ternos, maravilhosos, certo? E essa é a realidade! Tudo o que está lá acontece na vida real. Tudo tudo. As formas de investigação, as formas como… tudo, tudo é real ali, não é só ficção. Contratei um detetive para ver se consigo encontrar minha auto-estima. Ah, isso é uma questão psicológica, certo? Não é uma questão de detetive. Às vezes, quando estou andando na rua, me pergunto se há um detetive me espionando, tirando uma foto minha sem que eu veja, etc. re realmente vai ficar esperto. Agora, se a pessoa estiver tranquila, ela não está fazendo nada de errado, ela nem vai se importar, né? Mesmo se houver algumas câmeras, ele vai olhar e ir direto, e… Já tive casos de um agente que estava seguindo uma pessoa e outra pessoa ligou para o veículo dizendo que estava sendo seguido. Certo? Então… A pessoa realmente deve estar fazendo algo errado. Contratar um detetive para investigar alguém deveria ser ilegal. Depende do detetive que você contratar. Existem muitos golpistas. Tem muita gente agindo de má fé. Mas uma filmagem, uma imagem em um lugar público não tem problema, porque você está em um lugar público. Então um profissional que faz um trabalho legal, um trabalho bem feito, que você pode até usar na justiça, não é ilegal. E hoje a gente anda na rua, tem câmeras em cada esquina. Paguei um detetive para seguir meu marido, tenho fotos dele entrando no motel com um cara, ele jura que é uma reunião. Devo acreditar? Bem, ele pegou um cara, entrou no carro dele, eles foram para o motel fazer uma reunião… Aí a pessoa pode acreditar ou não, né? Aí… E isso acontece muito… Já peguei vários casos do cara pegando, parando, pegando a amada, botando no carro, entrando no motel, filmando saindo do motel 2, 3 horas depois, e a mulher mostrando para o marido e ele disse que estava em reunião também. Aí a pessoa me liga e ainda fala: Patrícia, ele disse que foi conversar, e agora? Fala: Bem, eu não posso fazer mais nada. Entrar e filmar o ato, não tem jeito. Não posso.

4.8/5 - (328 votes)
Você também Pode Gostar de Ler essa Matéria:   Investigação Empresarial Goiânia - Agência O Espião Detetive Particular

Postagens relacionadas, Também pode te Interessar