Home Notícias 4 maneiras de proteger seu celular de ladrões

4 maneiras de proteger seu celular de ladrões

4 maneiras de proteger seu celular de ladrões

Fala, meus entusiastas da tecnologia! Tudo belezinha por aí? No vídeo de hoje o papo é direto com você
que anda meio desligado por aí pelas ruas, com a cabeça nas nuvens… Um cenário perfeito para acontecer algum
vacilo… E vamos combinar: a gente sempre tem vídeo
novo aqui no canal dando sugestões de smartphones que são o lançamento do momento. Então eu me sinto no direito de vir aqui
pra te dar aquelas dicas preciosas pra não perder aquela belezinha que você tanto suou
para conquistar! Mas isso é fato: apesar de você já saber,
alguns detalhes são superimportantes de frisar para não deixar seu aparelho à mercê dos
oportunistas de plantão, rua afora… Então… nós do TecMundo selecionamos 4
maneiras de proteger seu celular de ladrões! Pega o bloquinho aí e vamos para as dicas! A primeira precaução é aquela que com certeza
você já ouviu da sua mãe ao sair de casa, ou daquele amigo cabreiro… Cuidado ao utilizar o celular na rua! Por dois fatores:
O primeiro é claro – enviar mensagens instantâneas ou até trocar de música no seu app favorito
andando com o celular na mão é um prato cheio para os bandidos! Aquele minuto de desatenção que pode colocar
em jogo a segurança do aparelho, e sua também! Já o segundo fator pode ser cômico se não
for trágico: são grandes as chances de você se acidentar sozinho. Um buraco que você não viu, um tropeço
no degrau… enfim, cai você, cai o celular, só resta rir da situação né? Me ajuda a te ajudar! O segundo ponto de atenção é o bolso de
trás, esse inimigo disfarçado de calça jeans, ou seja qual for o tecido! Talvez a gente nunca saiba quem decidiu inventar
essa “facilidade”, mas os criminosos agradecem por ela existir. Se você não está vendo nem o aparelho,
imagina ver alguém chegando pra levar ele embora? O que os olhos não veem, o coração não
sente. Nesse caso, quem sente é a sua carteira mesmo,
para lidar com o prejuízo depois! Então presta atenção porque isso vale para
qualquer objeto de valor que você carregue por aí. Jamais no bolso de trás, beleza? A terceira maneira de evitar esse tipo de
dor de cabeça é prestar atenção no trânsito. Todo mundo sabe que dirigir com o celular
na mão é errado e, inclusive, passível de multa gravíssima! Mas tem muita gente com o costume de deixar
o celular em cima do painel, ou em outro ponto de forma bem visível, até mesmo em cima
do banco ao lado do motorista! A dica é: quanto mais escondido você deixar
seu aparelho, maior a chance de não chamar atenção para ele. Em uma baliza para estacionar, no sinal vermelho
do semáforo, são diversas as oportunidades infelizes de algum estranho fazer festa às
suas custas em um momento de descuido! Fica ligado nisso, beleza? A nossa última dica de hoje tem a ver com
a terceira, caso você não seja motorista e sim usuário do transporte coletivo. Nesse caso, não existe multa, é totalmente
permitido que você manuseie o celular no transporte coletivo, mas… é absolutamente
não recomendado! As circunstâncias você já sabe:
Trens, ônibus, metrôs são naturalmente conhecidos pelo alto volume de pessoas circulando
a todo momento. Aquela tradicional muvuca que só o trabalhador
brasileiro conhece na volta pra casa! Sendo assim, se você está meio desatento
lendo ou ouvindo música e seu fone mostra claramente que o celular está na bolsa ou
na mochila, alguém mal intencionado pode se aproveitar da situação! Em momentos de lotação máxima, esse risco
aumenta ainda mais! Então deixa o celular guardadinho, se possível
em um bolso ou fecho da frente, que você tem total controle e acesso para checar se
ele não deu aquele passeio sem volta. Vocês acham que as dicas acabaram? A gente preparou uma dica bônus, que na verdade
é uma solução rápida para os casos inevitáveis. Afinal de contas, sabemos que apesar de todo
o cuidado do mundo, nem sempre é suficiente para se livrar desse tipo de dor de cabeça. Ladrões podem arrebentar cadeados, rasgar
mochilas, usar de ameaças ou até mesmo de violência para levar o celular. E aí nesses casos, resistir jamais será
uma opção. Por isso, a solução que eu sempre recomendo
é contratar um plano de seguro, como a Pier Digital. Para quem não conhece, a Pier é uma das
principais seguradoras do Brasil. Surgiu em 2018, com o seguro para iPhone. No ano seguinte, em 2019, a empresa expandiu
o seguro para Android, e em 2020 passou a realizar seguro de carros também. Ah, e a parte boa é que o seguro da Pier
cobre todos os casos de furto e roubo que citamos no vídeo! A principal vantagem deles é o Pier Bolt,
uma tecnologia pioneira no Brasil que utiliza a inteligência artificial para efetuar o
reembolso instantâneo do seguro! Quer ver como? Funciona assim ó… Vamos supor que meu celular tenha sido furtado
e eu possuo o seguro da Pier para acionar imediatamente. Ao acessar o aplicativo, eu vou clicar em
“Pedir reembolso”. Em seguida eu vou passar informações sobre
o ocorrido – um roubo ou furto de celular, por exemplo – e outros dados e documentos
adicionais. Também vai pedir pra eu assinar um termo
de honestidade. Feito isso, agora tá tudo na mão dos algoritmos
do Bolt que vão rodar os dados. Na sequência, se meu pedido for aprovado
de maneira instantânea, eu já recebo a quantia do seguro na conta. Caso contrário, o pedido será encaminhado
para o time de atendimento que vai responder o mais breve possível. Viu só como é fácil? Em fração de segundos o Bolt consegue receber
e interpretar as informações da ocorrência, revisar a cobertura do seguro contratado,
rodar uma análise de antifraude e, se estiver tudo certinho, enviar os dados do pagamento
para o banco. Muito legal, né? Além de tudo isso que já falei, o serviço
tem outros diferenciais, como: Pagamento mês a mês e sem período de carência,
ou seja, você não precisa esperar para usufruir de toda essa segurança. Ambiente 100% digital e livre de qualquer
burocracia. Aliada à tecnologia, você pode adquirir
o serviço e atendimento em pouquíssimo tempo! E tudo isso com 50% de desconto no primeiro
mês para você testar todos esses benefícios! Como o Pier Bolt é um lançamento da seguradora,
é preciso reforçar que por enquanto ele paga apenas 10% dos pedidos de reembolso instantâneo. Isso porque com o uso do machine learning,
o Bolt ficará cada vez mais treinado não só pagando mais pessoas com rapidez, mas
dando uma bela forcinha ao time de humanos ao reduzir o número de casos que precisam
de uma análise mais aprofundada! A meta da empresa é expandir o reembolso
instantâneo para 30% dos pedidos até o fim do ano! E a gente vai ficar atento nessa evolução
aqui no Tecmundo! Afinal de contas, estamos sempre de olho em
empresas que apostam na tecnologia a serviço da agilidade de processos que antes eram tão
demorados e burocráticos! E nesse aspecto a Pier Digital acertou em
cheio! Galera, espero que vocês tenham gostado do
vídeo. Lembrem-se das nossas dicas para não se expor
ao risco de perder o celular nessas situações evitáveis! Compartilha o vídeo com aquele amigo desligadão
nas andanças por aí e me conta o que achou da funcionalidade da Pier aqui embaixo nos
comentários! Valeu pessoal, até a próxima!

4.8/5 - (305 votes)
Você também Pode Gostar de Ler essa Matéria:   Transforme Seu Celular em Uma Câmera de Segurança

Postagens relacionadas, Também pode te Interessar